Notícias

MEC e ICUL assinam protocolo para ensino do Mandarim Rodrigo Gatinho/PCM
Jul. 16

MEC e ICUL assinam protocolo para ensino do Mandarim

O Ministério da Educação e Ciência assinou, esta terça-feira, um protocolo de cooperação com o Instituto Confúcio da República Popular da China (Hanban), no âmbito do projeto-piloto de ensino do Mandarim que terá início no próximo ano letivo em escolas secundárias públicas.

No contexto do acompanhamento dos docentes chineses nas 21 escolas que provisoriamente integram o projeto, foram também assinados protocolos de colaboração entre o Ministério da Educação e Ciência e oito Instituições de Ensino Superior parceiras, entre elas a Faculdade de Letras e o Instituto Confúcio da Universidade de Lisboa.

O ensino do Mandarim será coordenado pela Universidade de Lisboa em cinco estabelecimentos de ensino (duas escolas em Lisboa, duas em Almada, uma em Vila Franca de Xira e uma escola em Elvas que contará também com a ajuda da Universidade de Évora).

O Instituto Confúcio da Faculdade de Letras da ULisboa foi criado em 2008 e tem como missão principal o ensino da língua e da cultura chinesas.

Fontes:
Faculdade de Letras da Univerwidade de Lisboa
Universidade de Lisboa
Ministério da Educação e Ciência
Sapo

ICUL no Facebook